Youtube: 3 truques que ninguém te conta!
Tecnologia: o lado bom, que ninguém vê
3 lugares para conhecer no estado de SP
textos-fics category image Textos e fics
Agosto com todo seu gosto… #4
28 de julho de 2013

Querido E.

 

 

Estou te escrevendo de novo, pois acho que te devo uma explicação.
Afinal de contas na outra carta eu disse que tinha aprendido o que é o amor, mas também disse que ACHAVA que não te amava…

 

Enfim, como eu posso não ter certeza sobre algo que sei? Bom eu podia ser clichê e dizer que “só sei que nada sei”, ou simplesmente te deixar na dúvida, pois você nem me respondeu. Alias nem sei se você leu a carta, o que pode tornar essa carta um desperdício de papel (a outra carta não foi desperdício! Ela eu precisava escrever, chorei o tempo todo enquanto escrevia, mas acredita que quando enviei finalmente me senti aliviada, pude respirar sem aquele aperto na garganta… Foi momentâneo, mas acho que me ajudou. Acho que escrever realmente é o meu negócio, mesmo que eu escreva mal e você não goste de ler o que eu escrevo, afinal: “tem tanta gente lá fora”).

 

Amor pra mim é algo que se constrói a dois. Vem depois da paixão e é mais “sóbrio”, por isso dura. Ou deveria durar né… Acontece que nós nunca construímos nada… Por três anos fizemos apenas planos que não saiam do papel e esperávamos por algo que não corríamos atrás. Foi no quarto ano, quando começamos a correr que você, que era o mais “maduro”, simplesmente surtou e não quis aquilo. Não comigo pelo menos.
E isso me faz perguntar: por quê?

 

Isso me tirou o sono e me deixa mal até hoje, tirou totalmente a imagem que eu tinha de mim mesma. Não sou quem eu pensava ser? Quem sou eu então?

 

Eu tinha tanta certeza e segurança… Agora estou perdida e desolada…
Por isso não sei se te amo… Não sei nem se te amei um dia… Acho que quando comecei a te amar você interrompeu isso e como fiquei sem respostas, sem certeza (algo que eu sempre busquei ter), também surtei.
E estou surtada até hoje.

 

Pois é… É isso… Essa é mais curta pra não te cansar.
Só queria me explicar, ainda tenho essa mania… Sei que te incomoda, mas no fim é isso o pouco que sobrou de mim.

 

 

Com AMOR.

Share

Post por: K-Chan Nhayök




2 Comentários em “Agosto com todo seu gosto… #4”


Erika 28-07-2013

Me identifiquei muito com seu texto! Há uns 4 anos terminei um namoro de 5 anos e me sentia estraçalhada, perdida de verdade. Parece que perdemos nosso valor e que tudo o que a gente construiu foi jogado no lixo. De repente, a gente começa a ver as coisas de outro jeito e percebe que a página precisa ser virada. A minha precisava.
Se esse não for o seu caso, por outro lado, invista numa conversa (ou numa carta) e seja sincera e espere sinceridade de volta. Se vcs passaram tanto tempo juntos, ainda deve haver algo aí que valha a pena. Um beijo e boa sorte!

| Responder
Jhessy 30-07-2013

Engraçado é que sempre que leio esses texto é como se fosse uma mulher “na maioria é” mas eu nunca vi um homem escrever ou reagir dessa maneira. Por que?

| Responder

Comentar






*Para que sua foto apareça aqui é necessário que você tenha uma conta no Gravatar.
*Sem spam e sem xingamentos nos comentários.