Youtube: 3 truques que ninguém te conta!
Tecnologia: o lado bom, que ninguém vê
3 lugares para conhecer no estado de SP
textos-fics category image Textos e fics
Blogagem Coletiva CDB – Carta para meu antigo eu
6 de fevereiro de 2015

carta

Esse post faz parte do tema #2 de fevereiro para blogagem coletiva do grupo Coisas de Blogueiras.

Oi, tudo bem menina?

Quantos anos você tem? 16? Que idade linda… Tudo está começando a fazer sentido em sua vida ne? A cobrança por decisões a se tomar, vontade de agradar o pai, de agradar a mãe, de agradar o namorado, de se agradar…

Tá de namorado, primeiro emprego, pensando no vestibular… Menina, sua vida vai tomar rumos que você nem imagina… Mas não quero te assustar, estou te escrevendo pra te dizer: não tenha pressa, não tenha medo!

Você já deixou de ir pro ETEC por causa do ex… E vai deixar de ir pra USP por causa do próximo… Mas vai acabar vendo que não tem do que se arrepender, mesmo parecendo que tomou as decisões considerando pessoas que não estão mais com você, você vai acabar indo pra onde quer!

Você vai realizar seus maiores sonhos, você tá trabalhando muito pra isso, mesmo que ache que não. Te garanto que aos 23 você terá conhecido 10 países da Europa, morado sozinha e feito muita coisa legal.

Também vai ter começado a beber hahaha mas nada muito exagerado, tirando uma festa ou outra pós término de namoro 😛

Você, que não consegue se ver um dia sem passar ao lado do seu namorado, vai virar a imperatriz do namoro a distância, mas vai gostar disso, porque vai ter sua liberdade de volta.

Parece que não é verdade, eu sei, nem eu mesma acredito as vezes que já pisamos no Chipre, na Grécia, em Londres… Lugares surreais, paradisíacos e maravilhosos!

Eu to aqui pra te dizer também que você vai ser mamãe. Mas seu bebê não vai ficar com você, ele vai partir sem você sequer pegá-lo nos braços e você vai desejar demais ter curtido melhor a gravidez – e ter pego ele nos braços. Mas não tem como voltar no tempo, minha querida, se eu pudesse te dar um conselho eu diria: curta suas noites de sono tranquilo e sonhos bons antes que todas virem pesadelos. Essa gravidez não vai te trazer coisas ruins, mas vai deixar dúvidas e incertezas sobre a vida e o que é realmente importante nela.

Sua vida, que se dividia em “antes de Portugal” e “depois de Portugal” vai perder a importância e passar a se dividir em “antes do Kauã” e “depois do Kauã”.

Quero te contar que as pessoas não vão te entender, nem te respeitar, mas você vai conseguir sorrir pra elas, mesmo chorando por dentro, não por falsidade, mas simplesmente porque vai descobrir que: as pessoas e o que elas pensam, não importam.

Siiim, você vai parar de se importar com o que as pessoas pensam de você, com o que as pessoas esperam de você, de um jeito não muito agradável, mas vai… Seu bebê vai te trazer muito auto-aprendizado, você vai descobrir que sua felicidade está em suas mãos e que nada nem ninguém tem direito sobre suas escolhas e que você pode sim dizer não. Um lindo e sonoro não – pros amigos, pros conhecidos, pros seus pais.

Siim, você vai se encher de coragem e falar não pros seus pais! Vai falar coisas que estão engasgadas na garganta, vai chorar muito e vai fazer todo mundo perceber que a vida é SUA, o corpo é SEU e as decisões só cabem a você mesma.

Por favor, curta sua vida e, por mais que você chore, fique triste, se sinta vazia ás vezes, não deixe a peteca cair…

Você vai ser chamada de “infantil”, “irresponsável” e até de outras coisas por pessoas que você achava que eram seus amigos, mas, menina, se você chegou aos 23 anos, mora sozinha há 4, conseguiu um intercâmbio maravilhoso, fez amigos e viagens maravilhosas nele – sem depender do dinheiro dos seus pais! -, conseguiu voltar pro Brasil e continuar morando sozinha, enfrentou a gravidez de um anencéfalo – SOZINHA! -, mesmo perdendo o concurso de professor efetivo conseguiu um emprego legalzinho que te deu finalmente, a total independência financeira, cuida – e muito bem! – de dois cachorros, tem um carro, tem cnh – embora tenha medinho de dirigir hahahaha – e consegue acordar todos os dias cinco da manhã, ir trabalhar e sorrir pra todo mundo – menina, você NÃO É infantil e, sabe, foda-se quem achar isso de você.

Você vai aprender a deixar a porta da sua vida aberta – entra quem quer, sair quem quer – e a não sentir falta de quem for embora, porque saberá que a vida não é feita de pessoas, mas de sentimentos, sentimentos que devem ser aproveitados e curtidos ao máximo, ninguém tá feliz o tempo todo, mas ninguém fica triste pra sempre.

Você vai se tornar um pouquinho egoísta sim, mas eu acho que isso faz parte do processo de se tornar mulher, vai chegar uma hora que você vai ver que não vale a pena esperar que alguém te faça bem, você vai ter que fazer bem para si mesma e com isso vai sim ter que deixar as pessoas de lado…

Sabe, você vai crescer mais em um ano do que em toda a sua vida, então aproveita enquanto você não faz 23 pra dormir em paz.

Não quero por preocupações na sua cabeça, essa carta é mais pra dizer que você vai passar por muita coisa. E é exatamente esse o “x” da questão… Você vai PASSAR, as coisas vão PASSAR e você ainda estará lá, firme e forte, por isso não deixe nada te abalar, curta as coisas boas e não encane demais nas coisas ruins, continue assim, do jeitinho que você é, esperando o melhor e se preparando, caso o pior aconteça.

Você, Aime Neize dos Reis, você e só você, é meu maior orgulho! 🙂

TwitterPinterestTumblrLinkedInDeliciousEmailGoogle BookmarksWhatsAppWordPressGoogle+Facebook

Post por: K-Chan Nhayök




4 Comentários em “Blogagem Coletiva CDB – Carta para meu antigo eu”


Giovanna Fogaça 10-02-2015

Você é maravilhosa!

<3

| Responder
K-Chan Nhayök 01-03-2015

você que é!

| Responder
Carlah Ventura 22-02-2015

Linda, essa foi a carta mais impactante que li nessa blogagem até o momento. Você é uma guerreira e de certo sabe que tudo nessa vida tem uma razão para acontecer embora não aceitamos ou concordamos. Tudo lhe valeu como aprendizado e se chegou até aqui com seus próprios méritos nada foi em vão. Super beijo e siga em frente.

| Responder
K-Chan Nhayök 01-03-2015

Obrigada Carlah! De verdade! Todas nós deveríamos escrever essa carta viu? Ajuda tanto a descarregar! <3

beeeijos!

| Responder

Comentar






*Para que sua foto apareça aqui é necessário que você tenha uma conta no Gravatar.
*Sem spam e sem xingamentos nos comentários.