Youtube: 3 truques que ninguém te conta!
Tecnologia: o lado bom, que ninguém vê
3 lugares para conhecer no estado de SP
textos-fics category image Textos e fics
Agosto com todo seu gosto… #1
28 de março de 2012

Um belo dia ela sentiu que já não tinha nada a oferecer… O tempo passava devagar e dormir não era o suficiente para fazer os dias acabarem mais rápido… Agora era esperar, mas a paciência é curta e a única coisa que move o ser humano é a esperança…

Mas… E quando acaba a esperança?

Klaryan era uma garota comum, tão comum que já não fazia diferença ela estar ali ou não… Se sentia presa numa liberdade que não queria… Mas sabia que teria que aguentar aquilo por mais alguns meses e que, se reclamasse seria submetida aos mais injustos julgamentos da sociedade… Nem sequer seus amigos olhavam para ela com a ternura que ela precisava naquele momento… Dias difíceis que o egoísmo fez com que ela guardasse somente pra si… Segredos que lhe faziam ficar cada dia pior, mas que ela achava melhor não revelar, não assustar ninguém com seus problemas, dúvidas e preocupações…

 

Ela não queria que fosse assim, mas as vezes o mundo faz umas coisas engraçadas com a gente que nem a gente entende… E como nesses casos é tudo muito rápido, não da tempo de deixar de permitir que o pior aconteça. Uma palavra errada durante uma conversa por msn colocou tudo a perder. Aquela foi a pior semana da vida da garota, que achava que tinha tudo e, uma semana depois se viu sem nada, como se estivesse nua e cercada por pessoas que lhe queriam fazer mal.

O braço que sempre a protegeu, a mão que sempre a levantou não iria mais chegar, não existia mais, ou melhor, existia, mas a garota não podia mais contar com ela.

Ela se achava mulher, mas viu que não passava de uma menina inocente, mas que já podia beber e ser presa.

 

Apesar de todos os pesares, a certeza de que o tempo, mesmo demorando todo o tempo do mundo, passa, fazia com que pelo menos uma pequena chama se mantivesse acessa em meio a tantas cinzas de emoções, sentimentos e coisas boas queimadas. Seu coração estava como um cemitério abandonado. Morto, frio e sem utilidade…

 

Adiar o relógio já era rotina, o melhor a se fazer era deixar pra lá e nem sequer ligar o despertador, pois o toque pela manhã era a prova de que ela não ia conseguir e que estava sozinha então nem valia tentar.

 

Dessa vez ela foi vencida, mas sabia que não podia ficar ali pra sempre, tinha que tomar uma decisão. A noite anterior havia sido confusa demais, tentou se afastar de tudo e todos para pensar, mas acabou sendo fraca e fazendo uma ligação que não devia, para quem não devia e ouvido falsos conselhos que só adiaram a sua suposta decisão.

Agora pelo menos ela tinha algo pelo qual esperar… Uma prometida ligação a noite estava tirando seu sono e lhe dando a mínima vontade necessária para seus afazeres mais importantes do dia, mas por quanto tempo ela iria ter esse tipo de esperança para lhe sustentar? Ainda faltavam cinco meses para o pior passar… E ninguém aguenta cinco meses… Pelo menos quem não aguentou uma semana não iria aguentar cinco meses…

Share

Post por: K-Chan Nhayök




1 Comentário em “Agosto com todo seu gosto… #1”


Sara 31-03-2012

Ai moça, fiquei tão “assim” com esse post! É tão difícil ler, tentar entender e não conseguir. Ainda mais depois de ver a figurinha do humor atual…
Espero que fique tudo bem… E queria saber onde você está (em Coimbra ou em Assis?) pra eu te escrever a tal cartinha.
Beijo!

| Responder

Comentar






*Para que sua foto apareça aqui é necessário que você tenha uma conta no Gravatar.
*Sem spam e sem xingamentos nos comentários.