Feliz dia seu, papai…
Youtube: 3 truques que ninguém te conta!
Tecnologia: o lado bom, que ninguém vê
dicas category image Dicas
Perguntas que você NÃO deve fazer!
4 de janeiro de 2015

perguntas-klaryan

Se você está numa situação delicada e não sabe o que dizer, espero que esse post te ajude a saber o que NÃO dizer hahaha A ideia surgiu quando eu vi um vídeo sobre perguntas que você não deve fazer para uma mãe que perdeu o bebê, aí resolvi fazer um post geral de perguntas indelicadas e indesejáveis que as vezes soltamos por não estarmos preparados para lidar com aquela situação surpresa, que sempre cai como uma bomba na nossa frente hehe

 

  • Você está grávida?

Se você está perguntando isso ou é porque a pessoa está com uma barriguinha saliente, que pode não ser de gravidez, mas sim de gordura mesmo (e aí você vai se meter na maior saia justa da sua vida!), ou porque a pessoa já está com um barrigão de grávida tão aparente que é impossível você ter dúvidas sobre o assunto, por isso eu só tenho uma coisa a dizer: nunca pergunte a uma mulher se ela está grávida!

Se a barriga está tão na cara assim, sua pergunta vai soar meio idiota e se não dá pra saber é melhor esperar que ela mesma conte.

Outra coisa que eu aprendi na raça, infelizmente, as vezes a gravidez não é uma notícia boa pra mulher (ela pode estar enfrentando sérios problemas, o bebê pode não estar bem , ou qualquer outro motivo grave e triste), portanto é melhor deixar que a mulher, se ela quiser, toque no assunto primeiro.

 

  • Você trabalha ou só dá aula?

Essa pergunta, meus caros… Essa pergunta que também se aplica ao “você trabalha ou só toca?“, ao “você trabalha ou só luta?” e muitos outros… Essa pergunta eu juro que é a pergunta mais idiota que já ouvi na minha vida. Desculpa se você já me perguntou isso, mas a partir do momento que eu ganho pra dar aula, eu trabalho! Dar aula é o meu trabalho! Já sou má paga e pouco reconhecida pelo governo como profissional de alto valor que sou, então não venha você menosprezar meu trabalho também, por favor, obrigada.

 

  • O que você aprontou pra perder o bebê?

NINGUÉM apronta nada pra perder um bebê, quem apronta coisas porque não quer ter um filho normalmente nem sequer sai contando que está grávida, se você conhece alguém que perdeu um bebê, por mais amigo, irmão, parente próximo que você seja da pessoa, NUNCA PERGUNTE ISSO! Nem de brincadeira, nem fazendo piada e rindo. SÉRIO, NÃO!

 

  • O pai do bebê é fulano de tal?

Não pergunte isso nem pra mulheres casadas, nem pra meninas que não namoram ok? O filho tá na barriga dela, então o filho é DELA e pronto! Se ela vai enfrentar problemas pra achar o pai da criança, o problema é dela… Se ela precisar e confiar em você ela vai te pedir ajuda… (Essa pergunta tá liberada SOMENTE se você for a mãe da menina grávida!)

 

  • Por que você não pode ter filhos?

Essa pergunta normalmente vem acompanhada de um “ter filhos é tão bom“. Nunca fale isso pra um casal estéreo, por favor, não.

Um casal que não pode ter filhos já sofre demais sozinho pensando em como é bom ter uma criança pra você jogar isso na cara deles.

 

  • Encher a pessoa de perguntas sobre a causa da morte do ente querido.

Não faça isso, nunca.

Se você, assim como eu, não sabe lidar quando alguém conta que perdeu um ente querido, diga “sinto muito, por favor conte comigo pro que precisar” e deixe a pessoa em paz. Ás vezes pergunte se a pessoa precisa de algo, ofereça comida ou algo prático que a pessoa possa estar sem pique de fazer: ir até o supermercado, até o banco, buscar os filhos da pessoa na escola, etc… Assim ela vai perceber que realmente pode contar com você e que você entende o sofrimento dela. Fazê-la reviver o momento ruim com perguntas de “como?” e “por quê?” é totalmente desnecessário, a pessoa já se pergunta isso sozinha todos os dias.

 

  • Você vai sair assim?

A não ser que a pessoa esteja, sei lá, com um pé de meia diferente do outro e não tenha percebido e vocês sejam MUITO amigas, essa pergunta acaba com a auto estima de qualquer um… Então, se a pessoa disse “tô pronta”, por mais que a roupa esteja horrível, amarrotada, ou o que seja: você não tem nada a ver com isso.

 

  • Seu rosto é tão lindo, por que você não emagrece?

Sério que em pleno 2015 eu tenho que pedir pras pessoas não saírem por aí perguntando isso? Pois é, é sério… E triste.

Quem pergunta isso merece levar um belo de um: porque eu passo mais tempo comendo que cuidando da vida dos outros. #prontofalei!

 

  • Letras? Você é tão inteligente, por que não faz engenharia?

Nunca fale isso pra alguém que ter surpreendeu escolhendo uma profissão que está entre aquelas consideradas “profissões menores“, que ganham pouco. A escolha da profissão é pessoal, se a pessoa se arrepender depois, ela que corra atrás do prejuízo, você, novamente, não tem nada a ver com isso!

 

  • Mas é só um desenho, você não pode cobrar mais barato?

De novo voltamos ao menosprezo das profissões. Se a pessoa te cobra um preço x é porque ela estudou muito pra aprender aquilo, considerou o tempo, a energia e o material que vai gastar… Você pode, claro, pedir um desconto, mas nunca faça isso de uma forma que pareça, mesmo sem essa intenção, que você está menosprezando o trabalho da pessoa.

 

  • Por que você não pode dar banho no seu cachorro em casa?

Mais uma coisa que não cabe a ninguém julgar é como a pessoa gasta o dinheiro dela. E daí que ela leva o cachorro pro pet shop? Ela tá te devendo? (Se tiver essa pergunta tá liberada hahahaha)

 

  • Quando você vai casar?

Essa pergunta te coloca no mesmo nível daquela tia chata que pergunta “e as namoradinhas?” no natal. Você nem sabe se a pessoa quer casar um dia. Não pergunte coisas assim.

 

  • Você não acredita que Deus vai fazer um milagre e mudar isso?

Não coloque suas crenças como desculpa pra julgar ninguém. Quando eu decidi interromper a gravidez pessoas que eu nem conhecia vieram me dizer que eu estava matando meu filho e que Deus iria fazer um milagre pra mim se eu não escolhesse a interrupção.

Mas acontece que não é assim sempre. No meu caso foi uma doença sem cura e cujo prognóstico é a morte rápida e dolorosa para o bebê e risco de vida para a mãe. Não cabe a ninguém julgar a decisão de uma mãe nessas horas.

Assim como não cabe usar a crença religiosa pra julgar nada nem ninguém: todos nós temos direitos de ter nossas escolhas respeitadas! As leis já existem para assegurar que a minha escolha não te cause danos.

 

  • Por que você não bebe cerveja? Não sabe o que tá perdendo…

Ou “por que você não faz isso ou aquilo?“. Não é só porque você faz que eu tenho que fazer. Se você gosta de beber e acha que a cerveja tem um gosto bom, problema seu, ninguém é obrigado a ser igual e ter os mesmos gostos que ninguém.

 

  • Fala alguma coisa em japonês pra mim?

Essa é bem pessoal, não sei vocês, mas eu ODEIO, quando, por algum motivo, eu conto pra alguém que falo japonês (eu já evito contar por causa disso hahaha) e a pessoa me solta uma dessas. Eu NUNCA sei o que falar nessas horas.

Pergunta “como se fala cachorro em japonês?“, por exemplo, a não ser que você esteja entrevistando a pessoa pra um emprego. Dizer “fala alguma coisa na língua x” é muito chato e a pessoa nunca tem uma resposta pronta pra isso, a pessoa fica sem reação e fica um clima ruim, parecendo que ela mentiu…

 

  • Você é tímido?

Se a pessoa é tímida ela provavelmente está calada e sem vontade de falar, perguntar se ela é tímida só vai aumentar o desconforto da pessoa e a fazer querer sair correndo dali!

 

  • Fica, o que você tem de tão importante pra fazer?

A não ser que você esteja falando isso pro seu namorado que quis ir embora do nada, não fale isso pra ninguém, se a pessoa disse que precisa ir embora, ela precisa. É melhor acreditar que ela precisa ir embora mesmo do que um dia alguém virar pra você e falar na cara: “de importante nada, mas aqui tá muito chato“.

 

  • Vocês são namorados?

Se eles não forem, mas um gostar do outro, você acabou de fazer a pergunta mais desconfortável do mundo. É melhor não perguntar, se você tiver que saber, você vai saber. E se você tiver interessado em um dos dois, pergunte pra uma terceira pessoa.

 

  • Você é gay?

Mesma regra da de cima. A não ser que você esteja em uma boate gay e queira saber se o bofe é do babado ou tá só ali de simpatizante, curtindo com os amigos, aí tá liberado perguntar isso diretamente.

 

Gostaram do post? Que perguntas mais vocês odeiam ouvir e acham que ninguém devia fazer?

Share

Post por: K-Chan Nhayök




10 Comentários em “Perguntas que você NÃO deve fazer!”


Nadja 04-01-2015

Realmente… são perguntas desnecessárias!

Muito bom os posts do seu blog, bisbilhotando por aqui e achando muitas coisas interessantes 😉

Bjim!

| Responder
Jessica Teles 04-01-2015

Noooossaa, só perguntas irritantes mesmo, Aime.

Me identifiquei com algumas, principalmente as perguntas sobre casamento (estou noiva há 2 anos e ainda não casei) e a de saber um idioma…. meu pai me tirava do sério quando pedia “Filha, fala para fulano como você fala inglês” aaaaahhhhh… só de lembrar me estressa… ahahha

Um super beijo e seu layout está lindooo.

Bjo da Jess
http://lfblogdemoda.blogspot.com

| Responder
Clay 05-01-2015

Mostrar esse post para aquela tia chata de fim de ano sabe? hahahahha VAI SER UTIL DEMAIS

| Responder
Cris 06-01-2015

Concordo plenamente com tudo isso, mas pessoas são muito indelicadas. Se não sabe o que falar, fique quieto uai rs
Beijos! =**

| Responder
Débora 09-01-2015

Cara todo mundo deveria ler esse post! Eu aprendi muito com ele, sou dessas que faz alguns tipo de perguntas incovenientes e recebe muito dessas perguntas também. Você fez um trabalho social aqui rsrs beijos

| Responder
Bruna Diana 12-01-2015

Amei o :você faz outra coisa além de dar aula?
Eu me forme em professora .E essa pergunta sempre me revolta.kkk
Apesar de não concordar com tudo que vc falou,amei a forma como você escreve e coloquei seu blog no meu blogroll
reflexoesdaminhamentedoida.blogspot.com

| Responder
Ohara 26-07-2015

Caramba&valeu pela &aula de etiqueta&mais ou menos&kla! kkkkkkk
Eu detesto que me perguntem o óbvio. serio, eu não sei como, tem gente que acha que todo mundo é &meteorologista&kkk uma vez uma pessoa reclamando
que tava 2 meses sem chover por aqui me perguntou quando ia chover. aff eu detesto essas pergunta x.x kla, eu detesto essa tb: um monte vez ja me
perguntaram: Ohara, porque vc trancou a facul? a caramba&e outra: todo mundo tem la seus motivos p/trancar um curso, povo pode esperar as pessoas se
quiserem, né? tocarem no assunto e explicarem&aff’essa outra tb: e ae, qnd vc vai casar”dtsto essa primeiro pq eu não sei quando e segundo pq nem ta
nos meus planos’ uma vez lembro que acho foi em 2009: se eu era estrangeira naturalizada brasileira, haha sério, é cda coisa kkkkkkkkkk
Kissus e amei seu post x.x amei não, adorei!

| Responder
Ohara 26-07-2015

kkk Todas essas perguntas que citei a cima são tão absurdas, e todas eu sempre respondia não, ou não sei, né’
Kissus o/x.x

| Responder
Ohara 26-07-2015

ps: kkk sim, é meio esagerado&kk sobre a ultima pergunta citada: kk na mesma hr q eu escutei a pergunta eu falei: hahahahaha vc acha q eu tenho cara d
estrangeira? tenta comparar né’kkkkkk olha meus documentos, vc vai saber hahahahahaha
Na verdade perguntas citadas no meu comentário e no seu post são sim-ples-men-te, gente sem ter o que falar. kkkk

| Responder
K-Chan Nhayök 27-07-2015

é cada uma ne kkkkkkkkkk as pessoas tem que aprender a por um filtro na boca e só perguntar algo que realmente vá acrescentar coisas na vida de qm pergunta e de qm responde!

beijao!

| Responder

Comentar






*Para que sua foto apareça aqui é necessário que você tenha uma conta no Gravatar.
*Sem spam e sem xingamentos nos comentários.